Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma declaração de amor.

Inês Galego, em 03.04.17

 

 

DSC03270.JPG

 

 

 

A tua vida dava um filme, mesmo.

 

Se não fosses minha Mãe 

enquadravas-te em qualquer lugar deste

Mundo

com a mesma pinta,mas é mais

desafiante eu ser tua filha,ou não?

Foi a busca pelo desconhecido

que te tornou imparável.

 

 

 

 

Que fique já bem claro que eu não quero ser como tú,eu quero ser o que tú queres que eu seja.Nunca ninguém poderá nem sequer aspirar a ser como tú.

 

Um Grande Amor

Estiveste aqueles anos todos sem o teu namorado - carta vai,carta vem - como muitas outras estiveram e em Novembro quando cá chegou "cheio de sonhos na bagagem" já tinham o ninho comprado bem lá no alto e data marcada para a festa.E foi ele que te fez Feliz.Que te faz muito feliz.Olham-se e derretem-se, margarina para os bolinhos.

Sempre foste muito à frente em tudo.Quando quase ninguém ainda sabia que se cozinhava com natas já tú tinhas apresentado uma data de sobremesas nelas montadas!

- E não tiveste medo? 

Vejam só, a minha Mãe com medo de alguma coisa!

 

Foste médica quando adoeci.Ninguém percebia qual era o meu problema,se não fosses tú a insistir e a correr aquele hospital hoje eu era uma memória e uma foto na parede.Cheiráste-me a barriga e salváste-me a Vida,literalmente.Obrigada, já lhe tinha agradecido?

 

Na cozinha herdei de ti o gosto por fazer doces e entradas diferentes que surpreendam!Uma mesa bem posta e o gosto por receber.

Maravilhas-me minha adorada Mãe.Quanto mais te conheço mais te quero conhecer e descubro que ainda há mesmo muito mais aí no meio de ti.Herdei de ti o gosto pela escrita.Não cabias no orgulho em que te tornaste no dia em que me formei.Tú e o pombo que se aliviou em cima do meu cabelo nesse dia assim que saí de casa,o que vale é que ainda estava molhado e saiu tudo...

 

Gostas muito de caixas e caixinhas encantadas e guardas lá sonhos, momentos e pedacinhos de ti,uns vividos outros ainda por viver.Gostas do teu espaço e tens muito bom gosto,nisso sais a mim.

Foste a primeira a saber que a menina já tinha calçado os saltos altos de senhora,lembraste? (Mas que raio de forma de dizer isto que eu fui encontrar!) Foi à porta de casa e deu-nos um ataque de riso mesmo sem tú quereres que não conseguíamos meter a chave à porta!

- Então temos de ir ao médico.

Lá conseguiste dizer com um ar mais sério.

Tens um humor muito característico que se coaduna ao do Sr. teu Marido.Gostas imenso de olhar o céu estrelado e sempre fizeste muitos sacrifícios por cada um de nós.És o Pilar da nossa Família.

 

Quanto mais crescia mais me apercebia que não eras como os outros, que não ages como os outros, não pensas como os outros e não fazes o que os outros fazem.Fazes o que tú és.Tens amigas de 30 e outras que vais visitar ao lar.Já pagas cota? (Ai que mázinha...)

És perfeccionista.Não te esqueces de um aniversário e não só para eles tens uma memória invejável.

Sempre me lembro da tua presença incansável com a sensação de que não me abraçavas só a mim,mas também a uma menina pequenina que ainda há dentro de ti.Embalávas-nos às duas e dizias - "A mãezinha está aqui".Eu pressentia-o.A mesma menina que agora brinca com o Gustavo no meio do chão e que o faz como uma verdadeira criança.

 

Sempre foste,e és,uma linda Mulher.Por onde passas ainda hoje não passas despercebida.

Por isso quando apareceste agarrou-te e não te largou mais. - É o paizinho?

A mim já me perguntaram se era o meu avô!E que bonito avô que eu tenho!

 

Sonhaste-me, carregaste-me e deste-me ao Mundo com uma alegria incomparável embora de 5ª a sábado só as vias passar ao lado e a pari-los e tú nada...Formaste-me e educaste-me para descobri-lo, para compreender a sua imensidão e acreditar verdadeiramente que nada é impossível.Que nascer é uma dádiva.Que devemos acordar todos os dias com a mente aberta para cada vez mais e melhor irmos à descoberta.

Vives no meio de livros,revistas,da casa que adoras,flores,gostas de estar sózinha (Ainda não chegás-te a ermita mas...), gostas de pormenores e de assinalares as datas.Até o Gustavo já tem uma recordação da expo 98 entre outras, ou várias de Elvas Património Mundial para poder mostrar aos filhos e aos netos.

Crimes premeditados como tantos outros...

Um presente embrulhado por ti é uma delícia e és uma engenhocas com as mãozinhas, nisso sais ao teu filho.

 

É uma Mãe que tem teorias há muitos anos e nas quais a ciência já tem vindo a dar verdadeiros toques.Convicta.

Incentivaste-me quando a minha vida era a de uma estudante que tudo o que fazia menos era estudar (e tú sem saberes claro) pois o único que queria fazer era só uma parte do que me incumbia estando neste estatuto:

-Esplanada do Príncipe Real,boa vida,ler,perguntar e escrever mas só o que achava pertinente.A atenção nas aulas era a suficiente para ir passando e os amigos novos pessoas interessantes com muito para contar.

Nunca me esquecerei de que um grande professor que tive me deu um grande elogio,sem saber claro, embora de uma nota negativa se tratasse, foi o Prof.Pedro Baptista:

-Tú escreves bem,mas não estudas...foi de facto um grande professor.Neste caso de Língua e Cultura Portuguesa.

Passado algum tempo encontrei lugares dentro de lugares, pessoas dentro de outras pessoas,emoções ao rubro numa adolescente que sempre gostou da noite.Pisei o risco e fiquei de castigo.O maior deles foi perceber que sempre tiveste razão e ficar de castigo comigo própria não é tarefa fácil,acreditem.

 

És tão à frente que quero estar sempre contigo.Também quero estar sempre ao pé de ti.És a única que me percebe quando ainda nem sabes se a minha frase vai ser uma afirmação ou uma interrogação.E principalmente,mas principalmente, quando não te sei explicar aquilo que me dá comichão na garganta.

 

Ficaste de coração cheio quando o Gustavo nasceu e tivemos todos uma gravidez tão cheia não foi?

Sempre me surpreendes-te e sabes bem que eu vivo de pessoas surpreendentes!

Rapariga tú é que tiveste a culpa da fasquia estar lá em cima.Eu vivo de ti Mãe.E sei que o teu filho também.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 17:54




Comentários recentes



Mais sobre mim

foto do autor