Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um fiozinho pintado a vermelho

Inês Galego, em 01.06.17

 

FÉ.jpg

 
Querida Maria e corajosos Pais,
 
Feliz Dia da Criança!Escrevo estas palavras pois tocou-me muito ver o vídeo da Maria a receber o transplante, a receber VIDA. 
 
Olhei e vi uma pessoa pequenina,inteligente, que sabe o que está a acontecer.Calma e pensativa chama a cantar toda a Vida que tem pela frente.As crianças ensinam-nos muito,percebem muito mais do que queremos imaginar.
Se me permitem, a Maria tem no olhar a consciência da importância do momento. Olha para a frente com a certeza de que o que ficou para trás foi a luta dos pais e amigos por aquele fiozinho ser pintado a vermelho que vemos atrás dela.Uma luta da qual me orgulho pela forma como sempre chegaram a nós.Uma luta que espero nunca ter de travar nem que mais nenhuns pais tenham de passar por ela, e que aqueles que neste momento a travam a GANHEM!
 
Não imagino como poderá ser a dor da incerteza,da espera,da impotência, da necessidade de não deixar cair a esperança e renová-la quando já só resta um pouquinho que está a cair entre os dedos. Mas sei qual a sensação da Alegria e Felicidade por vocês. 
 
Quando os nossos filhos nascem devíamos poder ter a oportunidade de trocarmos com eles nos momentos que não queremos que eles atravessem.
Quando têm fome,frio,quando se magoam,quando estão doentes,quando são escravizados, maltratados. 
Devíamos também poder adivinhar com antecedência os acidentes, tudo o que poderia evitar que se magoassem. Mas assim seria perfeita.E essa não é a ideia. 
 
Isto de cada um de nós termos a possibilidade de salvar outra pessoa tem mesmo muito que se lhe diga não acham?
É um Dom oferecido a todos os mortais e por vezes nem nos apercebemos que somos assim tão especiais,mas somos.
 
É impressionante como nos podemos ajudar uns aos outros,basta querermos.É mais simples e mais rápido que beber um café ou comer uma laranja. No tempo que demoro a chegar ao café,pedi-lo, ser servida, arrefecê-lo e bebê-lo - ou no tempo que demoro a pegar numa laranja, descascá-la e comê-la, consigo tomar várias decisões, entre elas a de ser dadora de medula óssea, por exemplo.
 
Se for dadora de medula óssea posso vir a ser compatível.Se for compatível poderei salvar a Vida de uma pessoa.Se salvar a Vida de uma pessoa salvarei também as Vidas de quem ama essa pessoa e consequentemente dar-lhe-ei a oportunidade de vir a lutar por outros.
 
A Vida, aquela que eu tanto prezo para mim e para os meus.
É inacreditável o poder que temos nas nossas mãos,fazer ou não fazer. E é tão simples.
É darmos um fiozinho pintado a vermelho por onde passam sonhos,gargalhadas,abraços apertados,amor,paz.
 
Beijinhos e fé para todos, em especial para aqueles que ainda esperam pelo seu HERÓI!
Vamos ou não vamos FAZER?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 12:09




Comentários recentes



Mais sobre mim

foto do autor