Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O militar que faz ponto cruz.

Inês Galego, em 08.09.17

 

Bruno Madeira.jpg

 

 

Lembram-se da polémica recente acerca dos livros da Porto Editora, com o dos meninos a azul e o das meninas a cor-de-rosa? Pois é.

Há sempre uma mente brilhante perdida algures por aí que de quando em vez vem relembrar o quão a sociedade foi e continua a ser sexista. Nem vou falar sobre o grau de dificuldade dos livros para não me desviar do que hoje quero sublinhar.Esse ficará para outro dia.

E perguntam vocês: 

 

- Então e por baixo de que palavras pretende afinal a moça colocar o belo do risco que destaca a coisa?

 

E eu respondo:

 

- Por baixo,mais uma vez, da necessidade de um Mundo limpinho de preconceitos,imaculado,onde passe o algodão e não veja rasto de ignorância e de crueldade.

Desde sempre que o homem que realiza qualquer trabalho/hobby que é associado à mulher foi discriminado socialmente. E normalmente por outros que não podem apanhar um pequeno susto que dão logo outra cor ao boxer e que têm de passar a dormir de luz acesa.

 

Cada vez mais se vê a afirmação necessária mas o receio de muitos fá-los esconderem-se atrás dos seus sonhos e dos seus trabalhos,quantas e quantas vezes realizados na perfeição que a mulher muitas vezes não tem? 

Conhecerão todos o verbo desmistificar? Sou mulher mas há homens que brincam melhor com bonecas,lavam à mão,passam a ferro,estendem a roupa,mudam a fralda, fazem ponto cruz muito melhor do que eu.

 

E por falar em ponto cruz.Temos em Portugal o Bruno Miguel Guilherme Madeira, militar da marinha,bombeiro voluntário,marido e Pai que o faz há muitos anos,certificado por várias entidades e que o faz com certeza melhor que muitas,e muitas,e muitas senhoras.Fá-lo tão bem que as peças são todas personalizadas ao mais ínfimo pormenor e escolhidas ao belo gosto do cliente.

É um hobby que se foi tornando num grande projecto que tem com a sua esposa há já 7 anos e que tem vindo a crescer a olhos vistos. A empresa é a Bis Ponto Cruz e podem visitá-la no site http://www.bispontocruz.pt

 

Um gosto enorme que tenho é falar de coragem.O Bruno confessa que o maior salto foi dado quando foram contactados e convidados pelo programa Grande Tarde,da SIC, o qual podem ver no site.

 

E que grande salto! Dado detrás da obra de arte para a frente das câmaras!

 

De quantos artistas estaremos nós a ser privados por terem receio,vergonha,por lhes faltar aquela pontinha de coragem. Espero chegar a vocês e, em nome de muitos, dizer-vos:

 

- Só vivemos uma vez,arrisquem!Têm receio do quê,de quem? Daqueles que limitam os outros através de palavras e actos que deveriam engolir e não digerir? Então não se preocupem, pois cada vez mais têm menos piu e se piarem finjam que não os ouvem e que não os vêem.

Se o fizerem verão que se tornam mesmo invisíveis.

 

Lembrem-se que o nosso tempo é precioso.

Gastem-no no que realmente importa e dêem-nos o gosto de conhecer as vossas obras de arte como fez o Senhor Cabo Bruno Madeira.

Eu também não vou desistir,nem sei conjugar esse verbo. Vou continuar a escrever até os olhos necessários me lerem.

E se me atarem as mãos,aprenderei a escrever com os pés.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 18:28


2 comentários

De Bruno a 08.09.2017 às 21:57

Boa noite.
Muito obrigado Inês pelas suas belas palavras que disse sobre o nosso trabalho.
Espero que o meu exemplo sirva para ajudar muitos homens a sair de trás de uma foto falsa...
E muito obrigado pela força que da nas suas palavras.
Muito obrigado mesmo. ;)

De Inês Galego a 09.09.2017 às 09:37

Olá Bruno,
Não tem nada que agradecer, apenas escrevi a verdade!
O seu exemplo fará com certeza toda a diferença e é isso que importa.
Muito sucesso,saúde e alegria!

Comentar post




Comentários recentes



Mais sobre mim

foto do autor