Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Continuo Grávida.

Inês Galego, em 13.04.17

 

Esta 1.jpg

 

 

 

     Quando estava grávida do Gustavo é que acordava

   assim várias vezes por noite com fome.  Hoje acordei mas com necessidade de ti e não penses que não sei porquê.

    Fui olhá-los antes de descer e dar um beijinho no ar a cada um.

  Ressonava um e ressonava o outro.

 

 

 

 

 

 

Pronto,aqui estou eu pronta para ti,só para ti.Sei que estás com medo porque ontem fiz aquilo que nós sabemos mas posso garantir-te que tú falas mais alto,também só hoje tive a certeza com esta alvorada.E aqui tens a prova. 6 da matina a deixar-te brincar no meio do chão.Acordei,revirei,pensei pouco e levantei.Mas para que luto eu contra o óbvio quando é ela que me faz assim?

Já ouvi passarinhos mas penso que não têm nada a ver.Este passarinho faz piu-piu cá dentro e tenho mesmo de o tirar da gaiola.Hoje é um dia especial porque ontem foi um dia diferente de todos os outros que tive em 36 anos e tal.Esta Páscoa não tenho sido muito eu,religiosamente falando.Mas tenho sido outras coisas, como por exemplo umas amêndoas de chocolate que ainda não comi mas que já escrevi.

 

Tenho sido a Mãe e Mulher mais orgulhosa,a grávida que foi mais feliz e se sentiu mais bonita, a Inês de quase sempre.Tenho tido alergia e tem andado por aqui um zangão que me quer dizer qualquer coisa.E grávida é que eu gosto de estar.Não estou à espera de nenhum irmãozinho para o Gustavo (acho eu!) mas muitas vezes tenho contrações nos rins que não me deixam fazer a dilatação pela frente.Mas desde que esteja grávida tudo bem.

 

E hoje viéste tú a correr a nascer com ciúmes ou pensas que ando a dormir?A dormir é que não ando, e como tú o sabes bem,bem,tão bem...Cheira-me a borrego, por estas bandas que eu tenha conhecimento é mais cabrito.Ai cabrito cabritinho que essas costeletinhas são melhores que os folares que eu já não consigo comer desde que a avó,do Pai, os levou,porque eram só dela.Aqui estou eu nisto em dia de abstinência.

 

Mas o maior desejo é mesmo continuar grávida,sempre.Ajudar-te a crescer todos os dias e todas as noites e que tú me ajudes a mim.Mesmo que me tenha que levantar para te por a fazer xixi várias vezes por noite ou comer qualquer coisinha para nos matar a fome,que não é fome, que é necessidade de comer, não há problema.Poblema é a fome que muitos e muitos outros têm mas nenhum está aqui.Agora que te pari vou escolher uma fotografia bem bonita de nós,porque hoje é um dia especial.Continuo grávida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Publicado às 06:33




Comentários recentes



Mais sobre mim

foto do autor